Qual o seu Propósito?

30 de abril de 2017 by in category Psicologia with 0 and 0

plenitude

O que te motiva a fazer o que você faz? Qual o seu propósito de vida? Já se perguntou o que te faz feliz, de verdade? Não aquela felicidade dos filmes ou dos livros, mas aquela alegria constante que te acorda todas as manhãs e te faz querer sair da cama para começar o seu dia, e no fim do dia te dá alegria de poder deitar com a certeza de que seu dia foi produtivo.

Propósito de vida não é um conceito filosófico complicado, mas uma simples compreensão de quem você é, do que gosta, o que gosta de fazer e, principalmente, como fazer isto todos os dias.

Um bom exemplo são as pessoas que trabalham fazendo aquilo que gostam. Hoje no mercado começa a imperar um conceito relativamente novo de “A pessoa certa no cargo certo”. Isto quer dizer que todos temos um potencial, e melhor do que nos forçar a enquadrar em cargos que não condizem com nossas melhores qualidades é poder tirar proveito dessas qualidades. Por exemplo, uma pessoa muito exata e objetiva é ideal para um trabalho mais preciso, como atividades manuais ou calculísticas. A imprevisibilidade da relação humana não lhe agrada, pois rompe com sua zona de potencial, colocando-o num ambiente caótico e fora de controle, deixando-o constantemente ansioso e desconfortável.

Da mesma maneira, pegue uma pessoa comunicativa, imparcial e muito sociável, e tente enquadrá-la num ambiente pouco participativo, onde a rotina seja mais importante que a criatividade, e terá uma pessoa infeliz, logo mais, doente, ansiosa e deprimida pela falta de perspectiva.

Por esta razão, muitas pessoas erram na escolha de uma profissão, baseando o peso de sua decisão apenas em resultados, na possibilidade futura de dinheiro e status, sem lembrar que eles próprios é que deverão conquistar tais objetivos. Mas que antes de alcançar sua tão sonhada estabilidade e respeito na profissão, precisarão mostrar seu potencial, não aos demais profissionais, mas a si mesmos. Pois dar o seu melhor esperando que os outros retribuam é como um coelho vestir-se de lobo e aprender a uivar para assustar seus predadores. No fundo, não é sua natureza, e cedo ou tarde vai voltar a ser a presa.

O que quero dizer é: Antes de perguntar-se O QUE deve fazer no futuro, deve-se perguntar O QUE deve fazer HOJE, começando no presente momento de sua vida. Como nas decisões de ano novo. Você espera passar as festas para “começar” grandes mudanças de vida. Um emprego novo, passar naquele concurso, parar de fumar, começar uma dieta…

Que tal dar um passo para trás? Não esperar momentos mágicos para começar a cuidar de suas vidas?

Faça uma lista daquilo que te deixa insatisfeito, e o que gostaria de melhorar, de mudar HOJE ainda. A mudança deve vir de você. Pois os outros só verão um novo “você” se você mesmo for este “novo”.

Então busque dentro de você o seu potencial. Pergunte a si mesmo:

  • O que eu gosto de fazer?
  • O que me dá prazer?
  • Como posso preencher meus dias com isto?

Depois que encontrar dentro de si estas três respostas, vai aprender a vê-las no ambiente, no trabalho, ou vai encontrar a melhor maneira de procurar um trabalho que te satisfaça. e que lhe permita exercer todo seu potencial, tirando o máximo proveito das suas capacidades, e dando-lhe cada vez mais satisfação e prazer em realizar aquilo que mais gosta.

Por isto fecho esta reflexão com a pergunta:

“O que você mais gosta de fazer??”

SOU HIPNOSE 2020- Hipnose livre para todos! ~ Eu sou! Você é! Todos Somos!Desenvolvido por tr3zetrintaeum