Terapia de Vidas Passadas

30 de abril de 2018 by in category Hipnose Clínica, Psicologia with 0 and 0

vidas-passadas-750x410

 

Na incansável busca pela resposta mais importante, o ser-humano esbarrou no assunto mais complicado e polêmico. Muitos tratam com a frivolidade científica e o ceticismo de dizer que “é apenas uma fantasia da cabeça, não existe esse negócio de outras vidas”. Outros recorrem à Bíblia ou a outros conceitos espiritualistas para dizer que “depois de morrer, nós vamos a um novo plano de existência, seguindo nosso caminho na Eternidade proposta por Deus”.

Mas quem disse que uma vida passada necessariamente tem que ser algo espiritualista? Quem disse que a própria Ciência não tem nada a dizer sobre o assunto?

Em Psicologia, por exemplo, Memória Genética é uma memória presente desde o nascimento, que existe antes mesmo da experiência sensorial do bebê, e é incorporado ao genoma da espécie através de longos períodos de tempo e através das gerações. Baseia-se na idéia de que experiências comuns à espécie ficam incorporadas ao código genético do indivíduo, não através da codificação de memórias específicas, mas por uma tendência de responder de uma mesma maneira a certos conjuntos de estímulos. (Fonte: https://en.wikipedia.org/wiki/Genetic_memory_(psychology)

Através de certos exercícios de relaxamento e técnicas de meditação, aprendemos a acessar nossos desejos mais profundos e nossas vontades mais incontroláveis. Como exemplos, temos as pessoas que, ao longo dos anos, passam grandes privações, como longos jejuns e abstinências, sobrepujando nossos instintos mais básicos como sono e alimentação.

Desta maneira, se podemos nos concentrar em evitar e nos afastar destes estímulos, ou “tentações”, por assim dizer, também podemos ir de encontro a eles, mergulhando cada vez mais fundo nas nossas memórias e vivências, e desta forma, resgatar vivências ocorridas a muito tempo, armazenadas no nosso código genético através das gerações até chegar em nós.

Algumas culturas chamam de “Antepassados”, outras, de “Vida Passada”. mas neste artigo, vou chamar simplesmente de “Memória Genética”, ou “Memória Celular”.

Segundo este conceito tudo aquilo que experimentamos fica armazenado na nossa memória mais recente, antes de ser assimilado no sistema nervoso e, assim, passar a fazer parte do repertório da nossa Memória de Longo Prazo.

De acordo com alguns biólogos, da mesma maneira como nossa vida embrionária começou num único cromossomo, que deu origem a toda nossa formação molecular, depois celular, para então desenvolver-se em tecidos e órgãos mais complexos, a informação, ou melhor, a instrução para tal desenvolvimento, estava codificada na nossa cadeia genética. E da mesma forma como nossa espécie evoluiu ao longo do tempo, tais evoluções também acompanharam nosso DNA, até chegar em quem somos hoje.(fonte: https://en.wikipedia.org/wiki/Genetic_memory_(biology))

Desta forma, ali também estariam armazenadas as vivências de nossos ancestrais, nossos pais e avós, e assim por diante, que os trouxeram até o momento da nossa concepção, e parte destas experiências orgânicas e “recordações” (no sentido somático, não como memórias, propriamente) foram passdas pra nós também. E através de estados profundos de transe hipnótico, meditação e técnicas de relaxamento profundo, podemos “desligar” nossa percepção desta vida e entrar num estado profundamente primitivo de vivência, onde experimentamos as sensações e vivências mais orgânicas do nosso corpo.

Por exemplo, tive um paciente que tinha problemas gástricos, que transformavam suas refeições em momentos de grande angústia e ansiedade. Através de hipnose profunda, ele recordou situações de uma vida que, segundo suas palavras, “não eram dele”. Era filho único, mas via situações de refeição com casa cheia, muitas pessoas conversando e bagunçando à mesa, muitas crianças, e isto o incomodou. Era uma pessoa calma, e gostava de tranquilidade ao se alimentar, e não conseguia recordar de nenhum momento em sua vida que pudesse ter criado tais lembranças.

Antes da sessão seguinte, ele teve uma conversa com o pai sobre sua experiência, e este, apesar de também ser filho único, relatou que quando ele (pai) era criança o pai recebia muitas pessoas em sua casa, pessoas estranhas e amigos do trabalho, e a casa ficava uma algazarra. Ele detestava, e por isso criou o hábito de ser reservado nas refeições, e assim também criou os filhos.

Notem que uma experiência vivida pelo pai na infância ficou armazenada em suas células, o incômodo e a angústia na hora das refeições, e por alguma razão foi justamente esta vivência que a biologia do paciente resgatou ao formar seus próprios hábitos alimentares.

Depois desta sessão, ele nunca mais foi o mesmo. Relatou que passou a se alimentar melhor e com mais confiança, “conversando consigo mesmo” (palavras dele) de que estava tudo bem, nada abalaria sua calma naquele momento, e nem nos próximos.

Desta forma, temos um exemplo de como a Vivência de Vidas Passadas pôde resgatar neste paciente, sem ofender ou ameaçar seu sistema de crenças, uma forma de “lembrança” que era incômoda, e pôde, assim, ressignificá-la para livrar-se da sensação incômoda.

Num outro caso, uma paciente tinha dores terríveis de cabeça e no pescoço. Uma enxaqueca que a acompanhava havia anos. Numa sessão de hipnose, viu cenas, como um filme mental, onde brigava com pessoas desconhecidas, num tempo e lugar diferentes do atual. Esta, ao contrário do anterior, acreditava em vidas passadas, e seu inconsciente trouxe-lhe estas “recordações” das brigas e ameaças, que explicariam, caso acontecessem nesta vida, os sintomas apresentados.

Através de um exercício de ressignificação, ela deixou as dores naquela “vida”, voltando a si ao final da sessão completamente livre das dores, e muito emocionada, pois havia anos só se livrava delas através de analgésicos.

Há quem diga que este tipo de experiência é uma fantasia do nosso cérebro para nos confortar e fazer-nos passar pelo processo de cura, mas há tantos estudos tratando do assunto numa linguagem científica que não podemos descartar.

Qual deles estará certo? Memórias celulares? Vidas passadas? Fantasia?

Cada um deve encontrar as respostas que melhor se adequem às suas crenças, passando pela experiência da melhor forma possível, compreendendo melhor a si e ao seu corpo, livrando de sentimentos ruins e danosos à sua saúde.

Experimente. É uma experiência engrandecedora.

SOU HIPNOSE 2020- Hipnose livre para todos! ~ Eu sou! Você é! Todos Somos!Desenvolvido por tr3zetrintaeum